AH ! Saudade !...

José Ernesto Ferraresso

 

 

...de seu  rosto angelical,
 sincero, de olhar triste,

sempre a me pedir algo.

 

...momentos marcantes ,
que permaneceram na minha mente 
tanto tempo, anos, enfim, sempre.

 

...marcou profundo,
porque fui incompreensivo com ela,
e até insensível.

 

... Ah,  saudade ! e arrependido por perdê-la,
não ajudá-la e nem protegê-la,

quando mais necessitou de mim.

 

...daquele olhar,
lábios tremidos a pedir o meu amor
e eu neguei tudo o que podia ser dado.

 

Serra Negra

15/04/2009

 

****

 
AH,SAUDADE
Clara da Costa
de repente,
o aperto no peito,
um nó na garganta,
desatino,
a alma dolorida.
 
é ela que chega devagarinho,
como não quer nada
senta ao lado, sem pedir licença,
se enrosca.
 
Ah, saudade...
companheira dos poetas,
das noites solitárias,
da melancolia do olhar,
que se perde na imensidão
das madrugadas.
 
Ah, saudade...
eterna companheira!
Janeiro/09
***