NOITES VAZIAS
Teka Nascimento
                         
É tarde eu sei.
Ainda estou acordada, a procura da imagem
meio confusa do meu amado.
As minhas noites são apenas noites vazias.
Todos dormem, só meus versos adormecem
nos meios destas palavras.
Não tenho coragem para continuar,
não tenho coragem de dizer,
que ainda te amo.
Mas onde estará agora?
Será que ainda pensa em mim?
Talvez tenha esquecido desta apaixonada, que não
mostra querer-te tanto assim.
Mas tenho certeza que se a solidão falasse,
ela diria..o quanto me sinto só sem você
A cada dia que passa sinto mais a sua ausência.
E se eu te perder para sempre?
Minhas noites serão tão vazias, quanto essa?
É madrugada eu sei.
O céu esta clareando, os pássaros cantando.
E eu continuo com a minha solidão, esperando
por você, para fazer das minhas noites vazias,
noites cheias de amor e paixão.
Mas onde está você?
 

L.Pta. 22/01/2011
 
&
 
 
CHEGUEI
José Ernesto Ferraresso
 
Cheguei atrasado...  não sei,
Isso não importa?
Estavas a minha espera
  todo instante, e não te cansas.
Quero estar sempre ao teu lado,
afagar-te com meus abraços
e acolher-te em meu regaço.
 
 
Só meu pisar de passos,
percebo que te arrepio.
Não sei se devo me aproximar,
passastes horas de espera,
agora eu  aqui ao teu lado, 
para te entregar e te desejar.
 
 
Aproximo de teu leito,
dormes como uma criança,
teu coração me chama,
ouço teu ofegante palpitar,
aguardavas por esse momento,
aqui estou... vou te desejar,
dar todo prazer e  te saciar
 
 
O dia está clareando,
 devo ir, não posso ficar,
mas persisto.
Não posso acreditar
 que tenho de  te deixar.
Agora, é a solidão
que te consome; não desanimes,
porque um dia qualquer vou voltar,
 e enfim, eternamente te amar.
 
 
Serra Negra/SP
23/01/11

 

 
Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T2744628
 

 
 
 
 
 
 
 
 

***********
 
ARTE E FORMATAÇÃO SUELYDAM