PROCURAR...

Adelia Mateus

 

 

Nesta estrada sem fim

Caminho pensativa

Tentando esquecer

 Os tropeços da vida...

 

 

Esta procura infinita

Invade meu Ser...

Sem saber onde encontrar,

Os sonhos perdidos...

 

 

Procuro no brilho das estrelas

A luz que iluminará

Este coração solitário...

Procuro...VOCÊ!

 

 

 

A TUA PROCURA...
José Ernesto Ferraresso
 
Nesses caminhos misteriosos,
ando cabisbaixo ao léu
procuro não relembrar
das intempéries do tempo...
 
É busca sem solução,
e atormenta meu corpo.
Não consigo te encontrar
em meus pesadelos e sufocos...
 
Procuro no infinito,
algo para me guiar
meu coração despedaça
porque não consigo te encontrar...
 
Serra Negra
22/06/11
 
 
 
 
 Recanto das Letras
Código do texto: T1922195
 
 
Arte Final
Adelia Mateus