Eu sou
Iris de Castro Rosa (tatá)


 

Eu sou a brisa que te beija,
O sol que te aquece,
A lua que rola pelo céu,
O brilho das estrelas no infinito céu.
Eu sou mulher, filha, irmã, mãe, avó,
Coração de criança,
Alma cheia de esperança.
Sou amiga, sonhadora, cheia de vida,
Alegre, bem humorada,
Ás vezes, triste, nervosinha, preocupada,
Sou falante, sorridente,
Ás vezes, impertinente,
Sou diferente ou igual há muita gente.
Queria ser mais, mas não sei se sou capaz.
Sei que sou apenas uma mulher
Como tantas outras, pois trabalho, luto,
Choro, sorrio , brinco e sou feliz,
Porque sinto em mim o equilíbrio do universo,
A rima de um verso,
O brilho do sol,
A beleza da natureza,
A profundeza do amor,a pureza da criança,
O murmúrio do rio, o farfalhar do arvoredo.
Alguém que sente medo, sente amor, sente paixão;
Sou apenas um ser humano, sou natural,
procuro ser do bem, nunca do mal,
Feliz porque sou muito mais do mereço,
Sou filha de Deus, sou obra do criador,
Sou, seja o que for, uma obra de amor.

 

Formatado por Lucia Trigueiro