Eu sou assim
José Maciel

 

Quer saber como eu sou ?
Eu sou do tempo
dos sonhos com fundo musical,
de sair pelas ruas cantando e dançando,
para anunciar ao mundo
que o amor está em mim !

Eu sou aquele que,
se inspira com a luz do luar,
que aspira o ar da natureza,
que admira a beleza
da criação de Deus.

Sou mais ainda:
Um eterno enamorado,
que gosta de passear
de mãos dadas com a namorada.

Que gosta de sentar-se,
em gramado orvalhado,
ouvir o canto dos pássaros,
que gorjeiam ao por do sol.

Que é capaz de apanhar
uma flor em um jardim,
e com um beijo ofertá-la
ao seu querido amor.

Eu sou mesmo, assim...
Gosto de fazer versinhos,
sem rebuscar as palavras,
e de uma forma bem simples,
confessar sinceramente,
o que se passa em mim.

Eu também sou um moleque,
que gosta de brincadeiras,
de contar coisas gozadas,
de reunir as crianças,
para fazer palhaçadas.

Eu sou assim...
Um cara bem respeitoso,
que toma benção ao idoso,
por tudo que ele, com amor,
já viveu e já ensinou.

E como todo ser humano,
que abre seu coração
ao que é belo na vida,
eu sou capaz de chorar,
na hora da despedida.

Gosto muito de sorrir,
transmitindo simpatia,
ao cumprimentar alguém,
para mostrar que no mundo,
ainda existe alegria.

Beijar as mãos das senhoras,
em sinal de reverência.
Ser um amigo dos jovens,
e procurar lhes passar
toda minha experiência.

Gosto de olhar estrelas,
para fazer meus pedidos;
de sentar à beira do rio,
deixando os pés dentro d'água,
pegar pedrinhas no chão
e jogá-las na corrente,
provocando ondulação

Gosto de sentar no chão,
da sala, junto aos seus pés,
só pra sentir suas mãos,
acarinhar meus cabelos,
em suaves cafunés.

Assim sou eu,
um apaixonado amante,
que gosta de lhe despir,
raspar a barba nas costas,
e fazer-lhe arrepiar.

Gosto de um abraço,
como gosto de abraçar,
numa troca de energia,
repleta de muito amor.

Eu sou assim e não mudo,
e torço com muita vontade,
que aqueles da minha idade,
também gostem de fazer,
valer a bela amizade
recebida de seu bem.

Eu sou assim, você sabe:
Não programar uma transa,
fingir que "está avoado",
nem "pensando em bobagem".

E quando menos se espera,
entro no quarto em silencio,
onde você está dormindo,
me deito bem devagar.

E aos poucos lhe descobrindo,
acaricio o seu corpo,
provocando excitação,
avivando sua chama
para o amor e o prazer.

Assim eu sou,
eu sou assim,
um amante inveterado,
carinhoso, sedutor,
que gosta de ser conquistado,
e também conquistador.

Eu sou assim...
O amor em pessoa...!


Site do Autor

 

 

Formatado por Lucia Trigueiro