Sou
Mercília Rodrigues

 

De dor em dor, trôpegas falácias,
esgueiramo-nos pela bordas de ilusões,
em busca pelos sóis e mil galáxias,
resvalamos por errados corações ...

Tivemos que enxugar o próprio pranto .
Detivemos conosco o sofrimento .
Alijamos muitas vezes o desencanto
E descobrimos o valor do sentimento !

Nessa espera, em retardares tantos,
Fomos dando ao sentir nítida cor
E povoamos nossos sonhos de encanto
Com brilho esfusiante do amor!

Nasceste em mim desde o eterno,
Amor mais profundo e infinito ...
Eu ainda em ti me iberno,
sou ele ,em tua emoção, contrito !

 

Formatado por Lucia Trigueiro