Sou
Ruben Alves Vieira

 


As estrelas,
quando meus olhos brilham.
As flores,
quando a ternura oferece perfumes.
Os rios,
quando a alma flutua.
A brisa,
quando chego distante.
As árvores,
quando dou guarida.
As frutas,
quando sou doce.
Os pássaros,
quando minha voz encanta.
O Sol,
quando clareio caminhos.
A Lua,
na inspiração dos poemas.
A própria poesia,
na essência de Pajador.


E-mail do Autor

 

Formatado por Lucia Trigueiro