Eu sou aquela
Simone Borba Pinheiro



Eu sou aquela que,
com a boca carnuda, vermelha,
percorre teu corpo nú a te amar.

Aquela pra quem tu te entregas,
sem reservas, sem rodeios,
deliciando cada segundo
desse mágico momento.

Eu sou aquela que,
satisfaz teus desejos,
percorrendo todos os caminhos
dos teus loucos devaneios.

Eu sou aquela que,
sem preconceitos,
é a mulher do momento,
aquela que você quiser,
numa doce brincadeira
de crescente prazer.

Eu sou aquela que,
um dia, você escolheu
pra ser a sua mulher!...


Site da Autora

 

Formatado por Lucia Trigueiro