José Ernesto Ferraresso


Sinto o vento
José Ernesto Ferraresso



Quando caminho pela praia,
Ouço o barulho do mar.
Sinto o vento a me tocar,
Como se algo quisesse falar.


Vento que corta a calma,
Vento que enche minh'alma.
Vento que toca e alcança,
Meu íntimo e minha lembrança.


Traz os segredos que são meus,
Do meu tempo de criança.
Afasta de mim essa tristeza,
Para trazer até mim uma esperança.



Todos os Direitos Reservados

 

Está proibida a cópia total ou parcial desta página.